10 sintomas de estresse em hamsters

Ver fichas Hamster

Hamsters são animais adoráveis ​​que se tornaram populares como animais de estimação, especialmente entre os mais pequenos. Embora exijam pouco espaço e cuidados relativamente simples, esses roedores precisam que prestemos atenção especial ao seu bem-estar animal.

Por serem presas fáceis para muitos predadores na natureza, os hamsters precisam estar constantemente alertas e capazes de reagir rapidamente para escapar, se defender e, assim, garantir sua sobrevivência. Portanto, os hamsters geralmente são especialmente vulneráveis ​​ao estresse e exigem um ambiente muito positivo para se sentirem seguros.

Neste artigo do milanospettacoli.com, mostramos as possíveis causas e os principais sintomas do estresse em hamsters . Além disso, damos algumas dicas para oferecer uma qualidade de vida ideal ao seu roedor e impedir que o acúmulo de tensão danifique sua saúde e bem-estar.

Por que meu hamster está muito nervoso e estressado?

O estresse e o nervosismo nos hamsters podem ter várias causas possíveis, dependendo do caráter do animal, do ambiente em que vive e dos cuidados prestados por seu tutor. Como existem vários tipos de hamsters e cada indivíduo pode ter uma personalidade diferente, os sinais de estresse podem variar de um roedor para outro. Por esse motivo, é muito importante que o tutor conheça o caráter e o comportamento de seu hamster para identificar qualquer alteração em seu comportamento habitual.

Em geral, qualquer movimento repentino, barulho alto ou estímulo estranho pode assustar e estressar o roedor, pois eles podem interpretar que seu bem-estar pode estar ameaçado. Ao tentar pegá-los abruptamente, por exemplo, podemos assustá-los e gerar uma situação estressante e muito negativa para nossos pequenos roedores.

Hamsters que compartilham sua casa com outros animais de estimação ou vivem em ambientes muito barulhentos (pessoas e especialmente crianças podem se tornar muito barulhentas para um hamster, na verdade!), Podem se sentir estressadas, especialmente se não forem adequadamente socializados, ou seja, acostumados à presença de pessoas, animais e ambientes diversos, fazendo com que sofram medo ao identificar esses estímulos como estranhos.

Por outro lado, roedores que não possuem um ambiente enriquecido, com brinquedos e elementos que lhes permitem brincar, se exercitar e se divertir, têm maior tendência a acumular estresse. De fato, o estilo de vida sedentário e a falta de estímulo mental estão entre as principais causas de estresse nos hamsters e também em outros animais.

A falta de higiene em sua gaiola, às vezes, também pode fazer seu hamster parecer mais nervoso e inquieto do que o normal. Lembre-se de que esses animais são muito limpos; portanto, a higiene adequada e a escolha dos substratos apropriados para sua gaiola são uma parte fundamental dos cuidados de um hamster.

Em algumas ocasiões, um déficit nutricional ou uma dieta inadequada também pode gerar sintomas de hiperatividade, estresse, nervosismo ou depressão. Como qualquer outro animal, os hamsters precisam receber nutrição completa e equilibrada para manter um comportamento equilibrado e uma excelente saúde. Em milanospettacoli.com, informamos quais são os alimentos proibidos para hamsters, que você não deve incluir na dieta de seu roedor.

Por fim (mas não menos importante), devemos lembrar que algumas doenças podem causar dor e gerar estresse em hamsters, causando também mudanças em seu comportamento habitual. Portanto, não hesite em levar seu roedor a um veterinário especializado, identificando quaisquer alterações em seu comportamento ou aparência.

Sintomas de estresse em hamsters

Cada animal é um ser único e seu organismo experimenta e expressa o estresse de maneira diferente. Por esse motivo, é importante estar ciente das mudanças no comportamento e na aparência do seu roedor, para detectar precocemente quaisquer sintomas de estresse ou doenças comuns em hamsters.

No entanto, com um pouco de atenção, é simples reconhecer um hamster estressado e seus sintomas. Abaixo, resumimos os 10 sinais mais óbvios de estresse em hamsters:

  1. Hiperatividade : hamsters estressados ​​tendem a ser constantemente hiperativos e dificilmente serão calmos e serenos em sua gaiola. Eles podem se mover constantemente, andar no volante muito rapidamente, ficar mais nervosos ou alertas do que o normal, subir nas barras da gaiola e até reduzir as horas diárias de sono. Este é um sinal claro de que o animal tem muita tensão acumulada e que precisa liberá-lo para recuperar o equilíbrio. E se o roedor não possui um ambiente enriquecido para gastar energia e liberar a tensão de maneira positiva (brincando e se exercitando, por exemplo), pode mostrar inúmeros problemas comportamentais, como destrutividade, agressividade e estereótipos.
  2. Hábitos incomuns : todo hamster precisa viver em um ambiente enriquecido para exercitar suas habilidades físicas, cognitivas, emocionais e sociais. Se o roedor for submetido a uma rotina sedentária em um ambiente menos estimulante, ele tentará gastar energia e aliviar o estresse de outras maneiras, podendo adotar certos hábitos incomuns e até perigosos. Um dos hábitos incomuns associados ao estresse do hamster é morder as barras da gaiola, um comportamento que pode afetar seriamente a sua saúde.
  3. Comportamentos estereotipados : como mencionamos, na tentativa de liberar a tensão acumulada em seu corpo, o hamster pode executar certos movimentos e ações de maneira compulsiva e repetitiva, algo conhecido como "estereotipagem". Por exemplo, coçar constantemente, roer incessantemente, girar várias vezes em um tom de seu próprio eixo, limpar seu próprio corpo constantemente, etc. Nos casos mais extremos, esses comportamentos levam à automutilação, uma vez que o hamster pode causar ferimentos e ferimentos ao coçar ou mordiscar incessantemente, sendo mais vulnerável a abcessos e infecções. É essencial estar atento ao identificar esses comportamentos compulsivos antes que eles causem grandes complicações na saúde do animal.
  4. Agressividade : o estresse é uma das principais causas de agressão ao hamster. Além disso, podemos observar que um hamster estressado geralmente é mais reativo do que o habitual, quase sempre respondendo de maneira exagerada aos estímulos do ambiente. Se o seu roedor recuar os ouvidos, mostrar os dentes e emitir grunhidos, ele está se preparando para um possível ataque e você deve evitar se aproximar para não aumentar a tensão nessa situação. Um hamster agressivo, com um conjunto de tensões no organismo, pode causar danos aos seus tutores, outros hamsters e até a si próprios. Portanto, se você perceber que seu hamster tenta mordê-lo constantemente, mostra os dentes ou se tornou mais agressivo, recomendamos que você procure orientação de um veterinário especializado.
  5. Queda de cabelo : quando um hamster vive permanentemente em um ambiente negativo e empobrecido ou sofre uma rotina sedentária, pode sofrer de estresse crônico. Nesta fase, o estresse já se generalizou e um dos sinais físicos mais comuns de estresse crônico nos hamsters é a mudança de pêlo. Um hamster estressado pode começar a perder cabelo ou ter uma pele visivelmente mais oleosa. Por outro lado, o próprio roedor pode arranhar intensamente os cabelos, coçando, gerando calvície em seu próprio pêlo.
  6. Barulhos de hamster : Normalmente, os hamsters são animais silenciosos e tranquilos. No entanto, quando afetado pelo estresse, um hamster pode emitir alguns ruídos característicos. Para sentir medo, resistência ou desconforto diante de uma situação, o hamster pode bufar. Mas, por sua vez, se o roedor se sente ameaçado, ele pode assumir uma postura defensiva, emitindo grunhidos e rangendo os dentes. Em contextos de alto nervosismo, alguns gemidos ou gritos também podem aparecer, os quais são raros em hamsters.
  7. Salivação excessiva : estresse, medo, ansiedade e nervosismo interferem na produção de saliva. Um hamster estressado pode apresentar salivação excessiva como resposta física do organismo a um contexto de alta tensão.
  8. Tentativas de fuga persistentes : um hamster estressado tentará escapar do ambiente negativo. Se você perceber que seu roedor tem orelhas para a frente e bochechas infladas, isso significa que o corpo dele está em estado de alerta, preparando-se para fugir rapidamente diante de qualquer perigo.
  9. Rigidez e tremores musculares : quando um hamster está muito estressado ou com muito medo, os músculos de seu corpo ficam mais tensos. Em casos mais extremos, a rigidez muscular é tão intensa que o roedor pode tremer.
  10. Mudanças comportamentais : o estresse em hamsters pode causar mudanças em seu comportamento habitual. Um roedor estressado pode parecer mais agressivo, mais tímido, mais ansioso, mais triste ou com mais medo do que o habitual, por exemplo. Conhecendo a personalidade do seu hamster, você pode facilmente perceber essas alterações em seu caráter.

Como acalmar um hamster nervoso ou estressado?

Para evitar o estresse em hamsters ou acalmar um hamster nervoso, precisamos seguir algumas diretrizes para oferecer a nossos roedores uma qualidade de vida ideal e um ambiente calmo e positivo. No momento exato em que você observa que seu hamster está muito estressado, nervoso ou adotando uma postura agressiva, o ideal é fugir e esperar o roedor se acalmar e recuperar um comportamento equilibrado. Posteriormente, o ideal será levá-lo ao veterinário para descartar qualquer possível patologia, garantir seu estado de saúde e tentar verificar a causa de seu comportamento alterado.

No entanto, também será essencial adotar certos cuidados básicos para evitar o estresse do hamster e ajudá-los a manter um comportamento equilibrado. Abaixo, você encontrará algumas dicas essenciais para oferecer uma ótima qualidade de vida ao seu roedor:

  • Enriquece o ambiente da gaiola : o enriquecimento ambiental é essencial ao preparar a gaiola do seu hamster. Uma gaiola enriquecida permite que o roedor se exercite e se divirta durante a sua ausência, evitando problemas comportamentais e ajudando a controlar um peso saudável. Embora a roda tradicional seja útil para estimular seu hamster, o ideal é também fornecer outros brinquedos e acessórios para despertar sua curiosidade e estimular sua capacidade cognitiva. Nas lojas de animais, você pode encontrar algumas gaiolas especialmente projetadas para fornecer um "parque" para os hamsters mais ativos.
  • Socialização : apesar de exigir cuidados relativamente simples, um hamster precisa da atenção e carinho de seus tutores para permanecer ativo, feliz e saudável. Portanto, além de enriquecer a gaiola de seu roedor, ele também precisará passar um tempo com seus pares, sendo um animal gregário. No entanto, se não, você precisará dedicar um tempo especial para jogar e compartilhar momentos de qualidade com ele.
  • Oferece medicamentos preventivos adequados : como mencionamos, algumas doenças podem causar alterações comportamentais no seu hamster. Portanto, é muito importante oferecer medicamentos preventivos adequados ao seu animal de estimação para fortalecer seu sistema imunológico. Lembre-se de visitar o veterinário a cada 6 meses, fornecer uma dieta equilibrada, higienizar periodicamente sua gaiola com produtos enzimáticos e mantê-la fisicamente e mentalmente ativa.

Este artigo é meramente informativo, em milanospettacoli.com.com não temos poder para prescrever tratamentos veterinários ou fazer qualquer tipo de diagnóstico. Convidamos você a levar seu animal de estimação ao veterinário, caso ele apresente algum tipo de condição ou desconforto.

Se você quiser ler mais artigos semelhantes aos 10 sintomas de estresse em hamsters, recomendamos que você vá para a seção Outros problemas de saúde.

Recomendado

Nomes originais para hamster
2019
Por que meu gato não tem leite para seus gatinhos?
2019
Anatomia Canina - Externa e Interna
2019