Alimentação para cães com leishmaniose

Veja arquivos para cães

A leishmaniose ou leishmaniose é uma doença parasitária grave transmitida pelo parasita Leishmania . Isso enfraquece o sistema imunológico e os sintomas podem variar. Dependendo da raça, tamanho e outros fatores, a doença se comporta de maneira diferente. Portanto, além do tratamento recomendado pelo seu veterinário, é necessário cuidar de seus hábitos de vida e principalmente de sua dieta.

A leishmania afeta o sistema imunológico do nosso cão, por isso é essencial fortalecê-lo e proporcionar um ambiente sem estresse ou mudanças repentinas. Nos estágios avançados da doença, rins e fígado podem ser afetados. Portanto, uma boa nutrição e hábitos de vida saudáveis ​​ajudarão seu cão a aumentar suas defesas. Continue lendo este artigo em milanospettacoli.com e descubra quais cães devem ser alimentados com leishmaniose .

Proteína

Embora o consumo excessivo de proteínas possa ser muito prejudicial para o nosso cão, reduzi-las extremamente também é perigoso. Devemos garantir que as proteínas que fornecemos sejam de qualidade e origem animal, uma vez que são mais facilmente transformadas em tecido e não forçam os rins.

Se os rins do cão não foram afetados pela doença, não é necessário restringir a ingestão excessiva de proteínas. Se, infelizmente, for o caso, seria conveniente. Assim, reduzimos os resíduos de catabolismo protéico e retenção de fósforo.

Devemos fornecer proteínas facilmente digeríveis para contribuir para a recuperação da massa muscular. Frango ou salmão são uma boa opção se você lhes der comida caseira. Por outro lado, os alimentos geralmente contêm proteínas já facilmente digeríveis.

Antioxidantes

Antioxidantes são essenciais para a resposta imune do seu cão. Você deve consultar seu veterinário para obter conselhos sobre a combinação certa para cada cana afetada pela leishmania.

As vitaminas A, E e C são muito importantes para um forte sistema imunológico, pois protegem as células contra a oxidação e contribuem para a recuperação de feridas e eczema causados ​​pela doença. A vitamina C não é produzida pelo corpo do cão, por isso devemos incorporá-la à sua dieta de maneira obrigatória.

Os antioxidantes estão presentes em vegetais, frutas e grãos integrais, mas pode ser difícil para o seu cão ingerir as quantidades certas, por isso é aconselhável administrá-lo como complemento. Confira nosso artigo sobre frutas e legumes que são bons para cães e rejeite todos aqueles que podem ser tóxicos para o seu corpo.

Ômega 3 e Ômega 6

O ômega 3 e o ômega 6 são gorduras poliinsaturadas consideradas essenciais, ou seja, que o corpo do animal não é capaz de produzi-las por si só.

Aumentar o consumo de ômega 3 e 6 estimula o sistema imunológico e contribui para a recuperação da pele e cabelo do cão com leishmaniose. Como acabamos de comentar que o corpo do animal não pode produzir essas gorduras, é melhor fornecê-las como complemento ou adicionando alimentos ricos nelas, como óleo de peixe .

A importância da hidratação

É muito importante que você cuide da sua hidratação . Cães com leishmania devem sempre ter água fresca e abundante, pois uma boa hidratação ajuda o funcionamento normal dos órgãos internos.

Por causa da doença, seu cão pode não beber o suficiente, principalmente se ele se alimentar apenas de ração. Portanto, você deve incentivar seu cão a beber o máximo possível, mas sem forçá-lo.

Outras dicas sobre alimentação de cães com Leishmania

Esses são os principais fatores a serem considerados para aumentar a expectativa de vida de um cão com leishmaniose. Não é necessário mudar radicalmente sua dieta, basta fornecer as ferramentas necessárias para fortalecer seu sistema imunológico e combater a doença.

Se você optar por um alimento específico, existem vários no mercado cuja composição atende às necessidades específicas do seu cão. Quando você escolhe um alimento para animais com leishmaniose, preste atenção especial à sua composição. Eles devem conter as seguintes características:

  • Reforço do sistema imunológico.
  • Proporção adequada de proteínas.
  • Melhoria de processos inflamatórios e lesões de pele.
  • Rico em antioxidantes.
  • Baixos níveis de fósforo.

Atualmente, com os devidos cuidados e uma dieta equilibrada, um cão diagnosticado positivamente com leishmaniose pode viver feliz por muitos anos.

Se você quiser ler mais artigos semelhantes a Alimentação para cães com leishmaniose, recomendamos que você entre na seção Dietas equilibradas.

Recomendado

Decoração ecológica
2019
O que um pardal come?
2019
Por que meu cachorro não quer brincar?
2019